terça-feira, 27 de outubro de 2009

Gatchukos versão Halloween!!

Daqui uns dias comemora-se o Halloween, e a gente, que ama gatinhos, não tem como deixar a data passar em branco, já que é uma data super festiva para os nossos amigos, os gatos pretos!! Eles, que são tão discriminados e injustamente mal afamados! Lindos, de pelo sedoso e macio, brilhante... Olhos verdes ou amarelos, pelos longos ou curtos, graciosos e misteriosos... é uma pena, mas a verdade é que pouca gente adota gatinhos pretos. Já os branquinhos e amarelos, esses tem sempre pretendentes. Que injustiça! Aqui pelo reino já passaram vários pretinhos e atualmente a Matka tem 4 filhotes e 5 adultos beeem pretinhos! Em homenagem a eles, criei esses Gatchukos cheirosos em versão pelúcia preta. Fizeram sucesso no bazar e só sobraram dois!!
Quanto vale este tesouro:
Gatchukos -
18 moedinhas cada (Consulte para maiores quantidades)

E agora, umas curiosidades... mas não deixa de ver as últimas novidades, também de Halloween, mais aqui embaixo!! Bjokas!

Gatos e mais gatos!!
  • Crianças inglesas acreditavam que ver um gato branco a caminho da escola era sinal de problemas. Para evitá-los, elas tinham que cuspir ou dar meia volta, fazendo o sinal da cruz.
  • Um monarca inglês possuia um gato preto que acreditava lhe trazer boa sorte. Ele tinha tanto medo de perder o gato, que mantinha-o sobre vigilância dia e noite. Um dia depois da morte do gato, ele foi preso.
  • Na França, se acreditava que achando um pêlo branco num gato preto, a pessoa teria boa sorte para o resto da vida.
  • Em Yorkshire, England, dá boa sorte possuir um gato preto.
  • No século 16, quem visitasse um lar inglês tinha sempre que beijar o gato da família, para trazer sorte.
  • Mulheres de pescadores mantinham um gato preto em casa para prevenir contra desastres no mar.
  • Uma antiga simpatia para curar terçol, era esfregar o rabo de um gato preto nele.
  • Na Transylvania, se um gato pulasse sobre um morto ele se tornaria um vampiro (!).
  • No século 16, se um gato preto deitasse na cama de uma pessoa doente ele morreria. Também se acreditava que um gato não permanecia na mesma casa em que alguém estivesse para morrer. Se a gato de uma família se recusasse a ficar na casa, era um mau presságio.
  • No Japão existe uma lenda de que os gatos se tornam grandes espíritos quando morrem. No Budismo, o corpo de um gato é o local temporário de descanso da alma de pessoas espiritualmente elevadas.
  • Algumas pessoas acreditam que os gatos possam fazer viagens astrais. Também acreditam que se um gato adotar você, ele ficará ao seu lado mesmo após a morte. Tomara!!

3 comentários:

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Muito bonitos os gatos e adorei essas curiosidades, posso dizer que tenho três almas pra lá de elevadas morando comigo. Beijos.

Ramon e Renata disse...

Eu acredito que os gatos são seres místicos e possuem algum dom sobrenatural, como ver espíritos!!

Ricardo Joris disse...

Gatos são seres de grande evolução física e espiritual. Creio que Buda, antes de entrar no Nirvana, encontrou um gato que até o ajudou a iluminar sua mente na passagem:

http://gatosepapos.blogspot.com/2011/04/gautama-e-o-gato.html

Abraço.